Versão 3.0 - Time Break

Olhe na seção "Resumo de Tramas" para ficar por dentro de tudo o que acontece na Soul Society ou no Japão!
Corram Todos!




Versão 3.0 - Time Break


 
Portal BleachInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Refúgio de Érion Constantine.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Érion Constantine
Tres Espada
Tres Espada
avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 18/07/2012

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Refúgio de Érion Constantine.   Sab 21 Jul - 11:46

Um local para dois fins: além de dormitório, ele tem espaço suficiente para pequenos treinos. Um local completamente vazio de qualquer tipo de móvel, apenas com uma cama no canto, ao lado uma pequena mesa com algumas anotações e um vasto espaço vazio. Suas paredes tem marcas de cortes de espada e garras. Apenas uma janela que dá visão direta para a Lua. A localização do quarto é a última do corredor, localizada ao lado direito.

Porta sempre fechada e, a menos que eu convide alguém, ninguém entra no Refúgio.


Última edição por Érion Constantine em Seg 30 Jul - 14:30, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Érion Constantine
Tres Espada
Tres Espada
avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 18/07/2012

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Ter 24 Jul - 0:36

Provavelmente ele já estaria no meu recinto. Ou não. Mas não queria mostrar preocupação, até porque... não precisava.

Chegando no corredor, andando mais calmo do que o esperado por mim mesmo, fui caminhando até a porta do meu refúgio. Ali, com certeza, a única pessoa que poderia entrar a não ser eu, seria o próprio Nuero. Em outras palavras, sendo o "bam-bam-bam", ele poderia fazer o que bem entendia. E, por incrível que pareça, não me incomodava. Eu estava, nada mais, nada menos, que na "casa" dele.

Abri a porta já usando o Peskis.

- Esperava que viesse aqui, mas não achava que viria tão rápido assim, Nuero-sama.O senhor sabia que eu não iria ficar assistindo nada que esteja acontecendo no Mundo Real, ainda mais sabendo que há um Espada mais forte que eu. Então, tem alguma coisa que o senhor quer que eu faça e que ninguém mais saiba...?

Eu continuava um passo dentro do quarto. A porta estava entre-aberta. O quarto escuro poderia ocultar a fisionomia do Nuero, mas a presença dele estava lá.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuero El Vacío
Lider Hueco Mundo
Lider Hueco Mundo
avatar

Mensagens : 251
Data de inscrição : 13/08/2011

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Ter 31 Jul - 23:47

Ao sair da cúpula e entrar em Las Noches, não me senti disposto a voltar aos monitores. Lembrei-me do quanto se contivera Érion-chan, quase podia ouví-lo subestimar os Arrancars de um ou dois números superiores, quase podia sentir a confiança tola que ele tinha em seus poderes quando debaixo da lua cheia. Grandes poderes, insuficientes para mantê-lo de pé frente o Cuatro ou alguém mais forte.

Quando esses pensamentos se uniram à memória de que ele escolhera um ambiente dos mais isolados e bradara a todo o palácio que ninguém sem a permissão dele podia entrar, ah, os monitores perderam qualquer graça que pudessem ter naquele instante. Decidi tornar a visita que o havia anunciado imediata. Sem dúvidas nada poderia me divertir mais, não naquele momento.

A porta estava fechada... Azar o dela. Fiz com a porta o mesmo que faço com todas as coisas que atrapalham minha diversão: tirei do meu caminho. Entrei no quarto e vi que era... Comum, a não ser por uma mesa de anotações. Érion-chan tinha um Sonido muito lento, demoraria a me alcançar e não tinha no quarto algo além daqueles papéis. Resolvi me dirigir à mesa para ler tantos quanto pudesse, mas antes tendo o cuidado de andar por cima do outro móvel do cômodo, sem tirar os sapatos, é claro.

- Precisa treinar mais o seu Sonido, Érion-chan. Dizia quando o Quinto chegou. Àquela altura já deveria haver uma pilha imensa de papéis jogados ao chão. Mas sabe, isso é uma surpresa e tanto.

Eu falava passando os olhos por alguns dos papéis do "anfitrião" enquanto jogava outros ao chão, sem me dar nem ao trabalho de fechar as páginas. Certamente muitos estariam amassados e outros tantos estariam rasgados,. Alguns eram diários muito do sem graça, outros anotações conspiratórias, mas o que realmente me chamou atenção...

- Não esperava que escondesse esse tipo de revista debaixo da cama. Falei com um tom tão malicioso quanto o sorriso que me tomava os lábios. Só depois de ver a capa de uma delas saindo foi que entendi porque foi tão ruim como piso.

Tive vontade de gargalhar só por imaginar alguém ouvindo àquela conversa. Contive-me em silêncio enquanto cruzada as duas pernas por sobre a mesa e os papéis que nela estavam. Joguei uma das revistas que tinha em mãos para as minhas costas e de capa ainda aberta enquanto insistia em ignorar a pergunta de Érion-chan.

__________________________________________


Karada wo mitasu kyōki (...)___________________________________________________________My body's filled with madness (...)
Tsuyosa dake ga ore wo tanoshimaseru (...)_____________________________________Power is the only thing that entertains me (...)
Kowashitainda shōdō no mama ni__________________________________________________________I want to destroy on impulse
Yami wo terasu kuroi taiyou___________________________________________________I'm the black sun illuminating the darkness
Voltar ao Topo Ir em baixo
Érion Constantine
Tres Espada
Tres Espada
avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 18/07/2012

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Qua 1 Ago - 13:22

Citação :
- Precisa treinar mais o seu Sonido, Érion-chan. Dizia quando o Quinto chegou. Àquela altura já deveria haver uma pilha imensa de papéis jogados ao chão. Mas sabe, isso é uma surpresa e tanto.

Suas respostas não tinham quaisquer vínculo com as perguntas que fazia. E, olhando para a situação do meu "domínio" e o último comentário que ele fez, era fácil deduzir que ele tinha lido algumas das minhas anotações e concretizado a sua tese sobre a minha personalidade.
- O senhor sabe meus limites, Nuero-sama. Não seria capaz de chegar aqui antes ou pouco tempo depois que o senhor.
comecei a adentrar no meu "domínio". A bagunça era algo completamente notável, mas eu pisava nos papéis que estavam pelo o chão, sem me preocupar com o seu valor, em específico.
Passos lentos, olhar singelo, preocupação zero.
Enquanto ele passava os olhos em alguns outros papéis, resolvi iniciar a conversa.
- Depois que o senhor veio para cá, Lylith foi para o Mundo Real. Alguns dos irmãos estão se divertindo e eu estive pensando em, futuramente, fazer um passeio pelo Mundo Real. A lua do Mundo Real tem um brilho que eu acho ter esquecido de como é.
Ele continuava a "passar os olhos" nos papéis, até que...

Citação :
- Não esperava que escondesse esse tipo de revista debaixo da cama. Só depois de ver a capa de uma delas saindo foi que entendi porque foi tão ruim como piso.

- ¬¬" Nuero-sama. Não acredito.
Respirei fundo, no mesmo momento em que fechei meus olhos. Ao expirar , abri os olhos.
- Apenas algumas lembranças do Mundo Real. com o dedo indicador esquerdo, soltei uma mísera Bala em direção a revista que Nuero-sama havia jogado para trás, queimando-a. - Mas não tem utilidade alguma. Motivo ao qual as deixei debaixo da cama.
Amante da arte da provocação, Nuero-sama apoiava suas pernas, cruzando-as, em cima da pequena mesa da qual uso para escrever algumas coisas. Ainda tinha que anotar algo mais tarde, mas isso ficará realmente para outra hora. O fato é que ainda não escutei a resposta da pergunta que havia feito a ele.
Havia me esquecido que tinha feito outra pergunta. Provavelmente será ignorada. Mas jogar o seu jogo é primordial para, quem sabe, conseguir o que quero: respostas.
- Acho que pergunto demais. Não sei se isso é uma qualidade ou defeito. Mas nesse momento eu sinto que é um defeito. Não adquiri resposta da primeira pergunta e presumo que não terei a segunda resposta.
Comentava enquanto continuava a caminhar em direção a uma extremidade do quarto e apoiar meu corpo na parede. Esperando quaisquer comentários, ou respostas, fiquei olhando pela janela. Ainda tinha algo para comentar, mas prefiria esperar, as já perguntadas, serem respondidas.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuero El Vacío
Lider Hueco Mundo
Lider Hueco Mundo
avatar

Mensagens : 251
Data de inscrição : 13/08/2011

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Qua 1 Ago - 14:21

Quando Érion-chan inspirou fundo e abriu os olhos a espirar tive certeza que conseguira aquilo que desejava. Como eu gostaria de ter ouvido os pensamentos irritados dele ao saber que seu lençol fora feito de tapete. Eu tinha ido à Cúpula então meus sapatos deveriam estar bem sujos devido ao percurso, certo? Não reparei quanto de minhas pegadas havia deixado e àquela altura nem importava, já havia conseguido irritar meu "anfitrião" tanto quanto queria.

Uma nova pergunta me foi feita, mas nem prestei atenção. Estava perdido em pensamentos de gargalhadas da situação daquele Arrancar orgulhoso, sendo chamado insistentemente de "chan", provocado constantemente e agora com seus domínios feitos de tudo, menos seus domínios. Perto disso o que eram as perguntas dele? Nada que pudesse me divertir e portanto nada que merecesse minha atenção.

Foi quando uma Bala queimou uma das revistas que atirei ao chão que acordei das minhas gargalhadas mentais. Meu sorriso estava tão malicioso quanto eu poderia imaginar, realmente estava me divertindo ali. Lembrei-me então que Noveno-chan tinha me pedido autorização para sair de las Noches e ir... Para algum lugar qualquer. Não sei qual porque na hora eu estava vendo as lutas de Sexta-chan e Cuarto-chan então autorizei a saída sob condição que fosse imediata.

- Érion-chan, Noveno-chan recebeu permissão para sair de Hueco Mundo, mas não sei se levou subordinados.
Dizia sem prestar a menor atenção no Quinto e lançando mais uma revista ao chão atrás de mim. Que tal ser subordinado dele em seja lá o que ele estiver fazendo?

Quanto aquilo irritaria Érion-chan? Ser subordinado de um Espada quatro números maior, incapaz de ficar de pé frente ele se não permitisse e fazendo algo que não recebia de mim a menor importância. Naquele momento eu trocaria a vida de qualquer Espada para ouvir os pensamentos irritados dele, mesmo que apenas no momento em que processaria o tipo de permissão que lhe fora dada.

- Claro que terá permissão para ir onde quiser, depois que terminar de servir Noveno-chan direitinho.
Enfatizei a palavra "servir". Estava realmente me divertindo com aquilo. Ele vai me relatar tudo então se quiser ir, se comporte.

Mais um revista voava aberta. Eu nem encarava Érion-chan e ainda por cima o tratava como uma criança, fora que ignorava todas as suas perguntas. Talvez até o tivesse respondido, mas nem ligava. Ah, Tres-chan havia me pedido para ir ao Mundo Real... Mais uma Espada pra o Quinto servir.

- Se quiser ir ao Mundo Real ao terminar a missão com Noveno, Akemi-chan vai precisar de um subordinado.
Dizia em um tom displicente, mas sem tirar o sorriso dos lábios. Sinta-se livre para preencher à vaga.

Não pude evitar de pensar em quem visitaria depois. Lylith-chan deveria ir à sala de monitores, Cuarto-chan, Sexta-chan e Noveno-chan não estavam. Não sei se me divertiria tanto "visitando" os outros. Antes de perceber me notei pensando se voltaria aos monitores depois de sair de onde estava.

__________________________________________


Karada wo mitasu kyōki (...)___________________________________________________________My body's filled with madness (...)
Tsuyosa dake ga ore wo tanoshimaseru (...)_____________________________________Power is the only thing that entertains me (...)
Kowashitainda shōdō no mama ni__________________________________________________________I want to destroy on impulse
Yami wo terasu kuroi taiyou___________________________________________________I'm the black sun illuminating the darkness
Voltar ao Topo Ir em baixo
Érion Constantine
Tres Espada
Tres Espada
avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 18/07/2012

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Qua 1 Ago - 22:51

Citação :
- Érion-chan, Noveno-chan recebeu permissão para sair de Hueco Mundo, mas não sei se levou subordinados. Que tal ser subordinado dele em seja lá o que ele estiver fazendo?

Não entendi o sentindo daquele comentário e pergunta. Mas tratei logo de responder.
- Nuero-sama parece que gosta do número 5. Acabou escolhendo esse número para me fazer esses jogos de paciência. Cocei a cabeça depois de ouvir aquela provocação. Meu silêncio poderia me condenar. Até quando eu aguentaria aquelas provocações do Nuero-sama? O jeito era responder e ignorar o descontrole
- Não espere, Nuero-sama, que eu me passe por subordinado do Noveno. O senhor sabe que isso não é da minha índole. Mas, fora isso, presumo que poderei sair para me discontrair, certo?
Errado! O olhar dele para o vazio, mostrava que a brincadeira dele estava apenas começando.

Citação :
Claro que terá permissão para ir onde quiser, depois que terminar de servir Noveno-chan direitinho. Ele vai me relatar tudo então se quiser ir, se comporte.

Ok. Eu preciso pensar.

- Ele soube me enumerar com sabedoria. Contar a minha história para ele foi a pior coisa que eu poderia ter feito. Eu estou a mercê dele, desde o dia em que ele me encontrou no Deserto. Ele sabe que o único que pode me dizer o que fazer, ou não, é ele. Independente do número que os demais Espadas carreguem. Mas como ele está me fazendo convites para "servir" aqueles dois...

Foi ai que, pela primeira vez, eu deixei escapar um sorriso meio irônico.
- Se eu fosse Lylith, com certeza interpretaria errado e diria outra coisa ao senhor como resposta, mas... Nuero-sama sabia que de bobo eu não tinha nada, mas o mesmo insistia. Parecia que ele não escutava o que eu dizia e, sem coerência nenhuma com o que eu falava para ele, o mesmo dizia, após lançar para trás mais uma revista que estava debaixo da cama e sorrindo.

Citação :
- Se quiser ir ao Mundo Real ao terminar a missão com Noveno, Akemi-chan vai precisar de um subordinado. Sinta-se livre para preencher à vaga.

- Não precisa me oferecer esse convite, Nuero-sama. Tanto Akemi quanto Noveno, tem seus subordinados. O senhor sabe que meu assunto é outro.
O que fazer nessas horas? Eu poderia ignorar seus comentários, fazendo outros comentários. Como jogar seu próprio jogo. Como seria se eu fizesse isso? Provavelmente seria mais divertido do que servir de divertimento. Mas eu tinha que me prezar.
Mas eu tive uma ideia de última hora.
- Eu até poderia ir. Quem sabe? Mas como isso ainda não chegou ser uma ordem vinda do senhor, prefiro aceitar seu convite para ver o que os outros estão fazendo no Mundo Real.
- Ou ficar e arrumar a bagunça que você fez em meu refúgio. Pensei no final com o mesmo sorriso irônico estampado no rosto.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuero El Vacío
Lider Hueco Mundo
Lider Hueco Mundo
avatar

Mensagens : 251
Data de inscrição : 13/08/2011

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Qui 2 Ago - 0:19

Quando Érion-chan coçou a cabeça em dúvida do que me responder, em uma tentativa inútil de não me divertir, meus pensamentos mudaram novamente e quase não pude segurar a gargalhada. O Quinto realmente não percebia que era quando ele tentava pateticamente não ser um brinquedo que se tornava um brinquedo ainda mais divertido! Talvez ele quisesse brincar também.

Ora, ele poderia muito bem tentar jogar como eu, tentar jogar comigo, mas não era idiota para isso. Sabia muito bem que ao contrário dele eu poderia simplesmente parar as provocações com força e talvez não soubesse, mas fazer isso daria início a um jogo que eu gostava ainda mais do que o de provocações, um jogo de muitos nomes, mas que eu preferia chamar de "colocando no devido lugar".

Não, não preferia. Apenas me veio o nome à mente na hora e achei legal usar na hora. O que importa? As palavras do Quino Espada finalmente mereciam atenção, ou seja, finalmente deixavam espaço para que eu me divertisse mais. Quando notei para a bagunça imaginei-o querendo limpar aquilo escondido de todo mundo e tive que abafar a gargalhada que ver aquele Arrancar orgulhoso querendo fazer papel de empregada doméstica trazia a tona.

- Nunca esperei que revistas desse tipo fossem uma leitura construtiva e não é que eu estava certo!
Joguei mais uma revista para trás e novamente com as folhas abertas. Existe um recurso linguístico chamado retórica.

Minha voz tomou o mesmo tom de alguém que finge, e muito mal, dizer uma coisa realmente incrível e nova. Na verdade falei de forma tão similar a como se explica a uma criança muito pequena que acabou sendo mais infantil do que quando respondo à Lylith-chan.

- Retórica é quando fazemos uma pergunta já dizendo o que queremos de resposta.
Insisti na explicação detalhada e ainda ergui o indicador esquerdo enquanto foleava outra revista da coleção de Érion-chan com a mão direita. Os adultos usam para ordenar sem precisar usar o tom imperativo.

O uso da palavra adultos tornava a pantomima ainda mais cômica. Eu nem olhava para Érion-chan, nem precisava olhar para saber que ele deveria estar me chamando de desgraçado. Mais importante: eu deveria explicar o que significa tom imperativo ou ou não?

- Tom imperativo é o tom que usamos para dar ordens.
Decidi-me por explicar. Se estava encarnando o pepel completo de professor era mais divertido encarnar o papel de professor completo. Ou seja, vai servir Noveno-chan e Tres-chan porque são ordens superiores.

Preso nas próprias palavras. O que faria agora? Fazer meu jogo e se tornar ainda mais um brinquedo ou trair as próprias palavras e se tornar ainda mais um brinquedo? Ah, ainda poderia me obedecer com o orgulho sendo forçado goela abaixo e se tornar ainda mais um brinquedo. Meus ombros se mveram uma vez enquanto abafei nova gargalhada pensando se Érion-chan havia percebdi que não importava como, ele era um brinquedo.

__________________________________________


Karada wo mitasu kyōki (...)___________________________________________________________My body's filled with madness (...)
Tsuyosa dake ga ore wo tanoshimaseru (...)_____________________________________Power is the only thing that entertains me (...)
Kowashitainda shōdō no mama ni__________________________________________________________I want to destroy on impulse
Yami wo terasu kuroi taiyou___________________________________________________I'm the black sun illuminating the darkness
Voltar ao Topo Ir em baixo
Érion Constantine
Tres Espada
Tres Espada
avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 18/07/2012

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Qui 2 Ago - 14:44

Citação :
- Nunca esperei que revistas desse tipo fossem uma leitura construtiva e não é que eu estava certo! Existe um recurso linguístico chamado retórica.
Minha resposta para com aquilo foi somente o silêncio, enquanto o mesmo continuava a dizer sobre uma palavra que sabia o significado.

Citação :
- Retórica é quando fazemos uma pergunta já dizendo o que queremos de resposta.
Os adultos usam para ordenar sem precisar usar o tom imperativo.

Meu silêncio prosseguia, dando um pouco de atenção a pequena palestra que o mesmo fazia enquanto foleava mais uma revista.

Citação :
- Tom imperativo é o tom que usamos para dar ordens.
Ou seja, vai servir Noveno-chan e Tres-chan porque são ordens superiores.

Pronto, aquilo foi tudo o que eu precisava ter ouvido, após toda a conversa sem coerência entre minhas perguntas e as respostas que eu achava tê-las em sequência.

- Ter que andar ao lado dos dois... Pode até ser interessante, olhando para o fato de que o estudo sobre eles será extremamente importante. continuava a olhar para a janela. Dando uma leve respirada, olhei para Nuero.

- Não tenho objeções. Como o senhor mesmo disse... volto a olhar para fora e prossigo com a fala. -... não precisava dessa aula toda para me dizer que isso é uma ordem do senhor.
Mesmo sabendo das probabilidades de morrer para o nº1, ou o nº2, sabia também que eu precisaria de algo simples.
- Poderia levar meus subordinados? Eles devem estar andando por ai... eu os deixei livres para andar em alguns locais. Assim, não me sentirei tão "subordinado", como o senhor mesmo disse.
Será que seria ignorado pelo menos nessa mísera pergunta? Apesar que isso é de feitio dele, quem sabe ele não me responda. Eu consegui ter uma pequena atenção dele, o que resultou na ordem de eu ir para o Mundo Real.

Voltar ao Topo Ir em baixo
Nuero El Vacío
Lider Hueco Mundo
Lider Hueco Mundo
avatar

Mensagens : 251
Data de inscrição : 13/08/2011

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Qui 6 Set - 23:26

O silêncio de Érion-chan parecia-me berrar sua irritação. Ah, certamente que ele estava com o orgulho muito bem pisado. Eu mesmo garanti que meus sapatos deixassem no ego do Quinto Espada muito mais areia que havia deixado naquele colchão. Pensando bem eu não tinha causado dano o suficiente, fosse ao quarto ou ao Arrancar. Bem, eu ainda poderia rasgar os tecidos do lugar na minha saída e poderia brincar ainda mais com Érion-chan ao respondê-lo.

Parando para pensar acho que ele só não explodiu porque viu na minha resposta um pouco do que procurava: uma permissão para ir ao Mundo Real. Se bem conheço aquele perfídico, ele deve estar pensando em quão interessante seria estudas os coleguinhas dele. Tsc, tsc. Que criancice. Coisa de pequenino que não se garante com a própria força. Talvez eu devesse deixar isso nas entrelinhas...

Bem, eu precisava mesmo colocar Érion-chan em seu devido lugar. Tecnicamente ele está acima de Noveno-chan, mas eu lá me importo? Como se eu fosse perder uma chance de me divertir por causa de um detalhe insignificante como esse. Falando em insignificante, naquele momento pensei que realmente queria me divertir colocando aquele orgulhoso na condição de empregada, se sentindo insignificante.

- Érion-chan, Érion-chan, Érion-chan.
Dizem que um é pouco, dois é bom e três é demais então repeti aquela forma de chamar que ele odeia três vezes e com um tom que o infantilizava completamente. Se não fosse preciso uma aula você teria demonstrado um QI maior que o de um Guilian e entendido pela retórica que era uma ordem desde o início.

O fim da minha frase foi tão irônico que unido à forma de falar, ainda mais próxima a dirigida a uma criança do que a que usei com Lylith-chan, tornavam minhas palavras quase que um riso debochado. Não que eu precisasse da minha voz para demonstrar o riso que fazia questão de esboças nos lábios.

- Ah, teria entendido também que você deve se sentir um subordinado porque será um.
Enfatizei o "deve" e terminei acenando a cabeça para a direita de forma um tanto quanto dramática. Nada de levar subordinados seus.

Quanto eu o coloquei no papel de "criancinha boba"? Quanto eu o ironizei e ridicularizei? Quanto pisei no seu orgulho? Ah, eu mataria não apenas um, mas quantos Espadas fosse preciso para ler os pensamentos que continham essas respostas. Bem, talvez eu poupasse os que me odeiam já que são os mais divertidos.

- Deveria se envergonhar desse quarto. Todo bagunçado!
Disse desaparecendo em um Sonido e reparecendo com um som de rasgar de colchão. A espuma voou enquanto eu chutava meu piso improvisado com as pontas dos meus sapatos. Ninguém além de você entra aqui até que essa zona esteja arrumada e isso vale para o pessoal da limpeza também. Aprenda a deixar suas coisas organizadas e só para ter certeza que será capaz de entender: isso é uma ordem.

Sumi com meu Sonido. Fora daquele lugar eu já não continha meu riso e sinceramente espero que Érion-chan o tenha ouvido. Duvido que ele não fosse entender que eu o fiz empregado da minha bagunça. Duvido que agora ele não entendesse que não passava de um brinquedo! Como ri disso! Até perder a graça o que não levou lá muito tempo para acontecer.

__________________________________________


Karada wo mitasu kyōki (...)___________________________________________________________My body's filled with madness (...)
Tsuyosa dake ga ore wo tanoshimaseru (...)_____________________________________Power is the only thing that entertains me (...)
Kowashitainda shōdō no mama ni__________________________________________________________I want to destroy on impulse
Yami wo terasu kuroi taiyou___________________________________________________I'm the black sun illuminating the darkness
Voltar ao Topo Ir em baixo
Érion Constantine
Tres Espada
Tres Espada
avatar

Mensagens : 29
Data de inscrição : 18/07/2012

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   Dom 23 Set - 15:50

NOVAMENTE, ele começou a falar. Ele parecia ler a mente da pessoa. Leitura essa que ele poderia sentir pela forma expressiva do semblante de seu "par de conversa". As vezes, eu franzia apenas uma das sobrancelhas, outrora, deixava escapar um sorriso...e foi em uma dessas que eu o deixei falar e não expor qualquer palavra minha, para não ter que escutá-lo again.
Quem sabe, deixá-lo calado era melhor do que o ouvir falar?
A baguncinha dele havia terminado, me dando uma ordem para arrumar meu recinto e usando seu sonido em partida. Eu poderia ter imposto que... -Sinto muito, mas eu gosto do meu recinto assim. Já havia dito. Atrasado, mas disse. Por dois motivos. Primeiro: meu Peskis já não relatava quaisquer presença dele e, segundo: eu não costumo dormir e usar meu recinto como deveria usá-lo. Apenas fiz uma coisa que precisava ser feito: providenciei um novo mecanismo na porta, já que elas são de "correr", ao invés do famoso "abre e fecha". Em seguida, fui ter com algum outro ser do Hueco Mundo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Refúgio de Érion Constantine.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Refúgio de Érion Constantine.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

 Tópicos similares

-
» Alchemilla Hospital - Mental Instintution - Brooklyn (Refúgio Melody Garret)
» ✓ [Ficha] John Constantine
» Refúgio dos Amaldiçoados.
» [Rival] Willian constantine
» Invasão - Um Ataque Misterioso (Crônica Oficial)
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Versão 3.0 - Time Break :: Casa dos Espadas-