Versão 3.0 - Time Break

Olhe na seção "Resumo de Tramas" para ficar por dentro de tudo o que acontece na Soul Society ou no Japão!
Corram Todos!




Versão 3.0 - Time Break


 
Portal BleachInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Biografia de Hazuki

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Sawazaki Hazuki
Primera Espada
Primera Espada
avatar

Mensagens : 15
Data de inscrição : 10/09/2012

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Biografia de Hazuki   Seg 10 Set - 22:59


Citação :
Nome: Sawasaki Hazuki
Alcunha: Hazuki
Idade: 110 anos
Anos no Mundo Real: Viveu 2 anos como Plus e 5 como Hollow.
Local de Origem: Karakuracho
Raça: Arrancar
Classe Social: Primeira Espada
Familia: Nenhuma

Aspecto Físico: Uma jovem de estatura média, cabelos compridos, negros, possuindo um olhar sério mas vazio, que deixa qualquer um intrigado com a cor arroxeada dos seus olhos. As suas vestes incluem uma jaqueta branca fechada até ao cimo, um cinto negro, uma hakama* umanori branca, uns tabi** pretos e uns zori*** brancos. Ela possui algumas marcas azuladas em cada lado da bochecha e no queixo, como se fossem pontas de uma lâmina desenhados, embora representem marcas da sua máscara Hollow antiga. Os dentes dela são bastante pontiagudos lembrando os de um tubarão. O seu buraco de hollow está situado do lado esquerdo do peito, um pouco acima do seio. O seu número como Espada está localizado no ombro esquerdo.

Psicologia: Demasiado calada, só fala quando acha necessário, e é difícil perceber o que lhe vai na mente. É muito indiferente com as coisas, e é isso que a torna fria e impiedosa, não se importando com a brutalidade com que destrói os seus inimigos (aqueles que lhe fazem frente, ou que lhe fora ordenado pelo seu Líder, destruir) .

Hobby: Caminhar
Gostos: Nenhuns
Ódios: Lutas, pessoas que falam demasiado, alvos que correm para fugir.

História:


O início



Sawasaki Hazuki, era o nome daquela jovem de vinte e cinco anos, de estatura média, cabelos negros compridos e olhos arroxeados, que vivia em Karakuracho com o seu marido. Tinha uma vida calma - embora o seu emprego demonstrasse, por vezes, situações de perigo, o que era comum àqueles que pertenciam à polícia dessa mesma cidade. Tinha tudo o que alguma vez pôde desejar: uma boa casa, um bom marido, um bom emprego e, sobretudo, amor na vida. Infelizmente, nada de bom vem sem antes ter um preço...

Num fim-de-semana normal, como qualquer outro, em pleno Verão, no fim da tarde,estava ela e o seu amado Heike dentro do seu carro preto recém-comprado - conduzido por ela - a vaguearem pela cidade depois das compras, dirigindo-se para casa, desejando um descanso merecido. Pararam num dos sinais para passagem de peões e um criminoso em fuga saiu da rua à direita deles, em grandes velocidades, causando uma colisão mortal que acabou na morte da jovem adulta e nos ferimentos bastante graves do marido.

A sua transformação em Plus deu-se então, e revelou-lhe a após-vida, condenada a viver com uma corrente presa ao peito. Eventualmente, o receio de perder o marido fez com que a sua alma ainda vagasse pelo mundo dos vivos em busca do bem-estar e felicidade do mesmo, lamentando-se por não poder estar mais ao seu lado. Heike sobrevivera ao acidente devido à chegada veloz da ambulância que o socorrera de imediato, sendo carregado ao hospital, e ligado às máquinas. Dias depois tivera alta - com apenas um braço partido e uma perna fraturada.

Hazuki angariava ódio por ter sido morta pelo lunático e tristeza por não poder estar com o marido e vê-lo sofrer com a sua morte, o que a consumia pouco a pouco. Os dias passaram e transformavam-se em semanas e essas, em meses, a Corrente do Destino estava, pouco a pouco, a sucumbir perante o tempo e emoções negativas, mas ela não se apercebia disso, sempre preocupada em ver como o marido ia, o que fazia e tudo o que pudesse estar relacionado a ele.


Primeiros problemas



A garota jamais havia imaginado o que havia no mundo dos 'fantasmas' e apercebeu-se disso da pior maneira. Perambulando pelas ruas - numa das perseguições pelo marido - ouvira um rugido imenso vindo do outro lado da rua. Deparou-se com um gigante acastanhado - possuindo uma máscara de crânio branca e um buraco no peito- que pretendia devorá-la. Paralisou de medo, enquanto a criatura erguia o braço ao alto e o descia - em grande força e velocidade - para a esmagar. Tudo o que ela pôde fazer, foi esquivar-se para o lado instintivamente, e escapar às garras do demónio. Começou a correr - não apenas para salvar-se a si - mas para atrair o Hollow para longe de Heike, que começou a suspeitar pela estrada ter sido destruída subitamente, sem qualquer razão. A agitação da corrida acelerava o processo da corrosão da Corrente - esta quase no fim - e estava quase tudo pronto para uma transformação terrível dar-se. O Hollow acabou por a apanhar entre as garras e apertava-a até ela não conseguir mais contorcer-se para tentar escapar. O seu fim iria ser ali, comida por um monstro que ela desconhecia.

Nos seus momentos finais, acabou por se perguntar como é que aquele monstro a podia ver - sendo que ela estava morta - e como era possível um ser daqueles existir. Esses pensamentos saíram-lhe da cabeça para se transformarem em palavras a que o Hollow - pelos vistos de uma espécie um pouco mais avançada - lhe fizera o favor de lhe explicar, ironizando que era um agradecimento pela refeição. Assim, obteria o conhecimento pré-histórico sobre o que eram hollows - sabendo apenas que se tratavam de criaturas errantes que vagueavam entre um mundo chamado Hueco Mundo, outro chamado Soul Society e entre este mesmo - o mundo dos humanos - em busca de alimento para se fortalecerem e sobreviverem entre a sua espécie. A vagos centímetros da enorme boca do monstro, foi salva por um Shinigami que cortara a máscara da criatura em dois e a fizera desaparecer. Aterrara-se sobre o chão, ainda desacreditada, e o Shinigami começava a aproximar-se dela - causando-lhe pânico.


Transformação em Demi-Hollow



O Deus da Morte tentara explicar-lhe que estava ali para ajudar, e que agora ela podia descansar em paz, sem ter que se preocupar com mais monstros ou o que é que seja, disposto a aplicar-lhe o Konsou. Ela afastara-se, justificando que ainda tinha que olhar pelo marido, embora o membro da Soul Society tentar contar-lhe que se ela não fosse imediatamente purificada, iria acabar por se transformar num daqueles monstros terríveis, já que a sua Corrente do Destino estava no fim. Hazuki correra do Shinigami alguns metros - mas esses suficientes - para desencadear o fim da linha e o início de uma nova vida. Um buraco surgiu-lhe no peito - tal como aquele que o Hollow tinha e que ela pôde contemplar por breves segundos - e a sua insanidade chegou ao limite fazendo a garota obter uma nova forma. O seu tamanho dobrara, e a pele tomara um tom negro, os rugidos incessantes começaram. A máscara esbranquiçada na forma de uma caveira com vários chifres caíra-lhe sobre a pele da cara e escondia-a - talvez para todo o sempre.

O Shinigami alcançara-a finalmente, chegando à conclusão que já era tarde para o Konsou e que agora só restava cortá-la. A fome dentro de si cresceu e a brutalidade nela levou a uma pequena rixa com o Shinigami. Atacada várias vezes com golpes nos membros - e por sentir a proximidade de sua ''refeição'' - a Demi-Hollow fugira do Shinigami, e dirigira-se às ruas onde Heike se encontrava. Acabou - eventualmente por devorá-lo a ele e a mais três pessoas que estavam no lugar errado à hora errada.


Conhecimento de outros Hollows



O Shinigami alcançou-a, preparando-se para um ataque final contra o recém-demónio. Nesse momento, outros três hollows surgiram de buracos no próprio ar e começaram a atacar a população de Karakura - interferindo com o julgamento do ser espiritual, ao considerá-lo pura comida - o que fizera com que o atacassem e acabassem por esmagá-lo contra o chão enquanto estava distraído. A partir dai, desceu ao Hueco Mundo, o seu novo lar, conhecendo as várias criaturas como ela própria que habitavam aquele lugar. A início tudo era fácil, era só comer humanos e saciar a sua fome, apenas isso importava e nada mais. Mas, no entanto, os atos de canibalismo entre a raça começaram a ser mais frequentes - pela falta de alimento humano - e também porque havia rumores de que os tornava mais fortes. Nesses momentos, a Demi-Hollow resolveu isolar-se por determinado tempo.


Transformação em Menos Grande



A fome era demasiada, ir ao mundo humano também não era simples, e alimentar-se ficava difícil com os Shinigamis à espreita - ainda que a sua habilidade de luta estivesse melhorada com os tempos em caça. As almas do mundo humano começavam a ser insuficientes para preencher o vazio de não ter coração e a ideia de comer os seus começava a surgir-lhe na mente e, mais tarde, concretizou-a. Procurando pelos hollows mais fracos e solitários daquele mundo desértico, acabou por encontrar a sua refeição gratuita, quando avistava hollows sós e sem força para combater o seu desejo por comida. Mesmo sem conhecer o fato de que alimentar-se de outros Hollows lhe garantia um estatuto mais alto, acabou por conseguir um ''upgrade'' da sua forma, passando a ingressar os grupos de Menos Grandes.

Como a maioria dos Menos Grandes, a sua mentalidade foi ainda mais reduzida, e tomou uma aparência semelhante a quase todos os Menos Grandes - com exceção da sua máscara - que apesar de possuir as caraterísticas da raça mencionada, ainda tinha vestígios óbvios da forma da sua máscara anterior, sendo estes os chifres na ponta do queixo e no cimo da cabeça.

Movera-se para a floresta dos Menos, atraída pelos outros grupos de hollows e lá fora comandada por Hollows de classes superiores como Adjuchas. Usava a habilidade Kumon para viajar para o mundo dos humanos quando uma energia espiritual um pouco mais alta que o costume aparecia. Sendo sempre acompanhada de vários outros Menos - também - ordenados por Adjuchas para devastar as populações com o extra da alimentação. Cruzou-se com alguns Shinigamis nesses dias, quase sofrendo uma derrota após a lâmina de um Shinigami chegar muito perto de lhe cortar a máscara. Evitou o ataque com o uso de um cero e revelou as mãos debaixo do manto negro para esmagar um outro Shinigami do lado esquerdo. Alimentou-se no curto período de tempo em que os reforços de Shinigamis não haviam chegado e recolheu-se ao Hueco Mundo após ordem do Adjucha que comandava o seu grupo.


Passagem para o seguinte nível



Cada vez mais, os Adjuchas deixavam de lhes dar oportunidades para saciarem a fome eterna por almas - também, sendo um Menos naquela altura, nada a motivava senão energias espirituais elevadas, o que era difícil de se encontrar. Sem racionalidade, atacou subitamente um dos Menos grandes, devorando parte do seu corpo, e uma guerra de canibalismo começou entre todos os outros esfomeados. Não era das hollows mais fortes, e a sua falta de racionalidade também não ajudav - além de uma velocidade lenta entre todos - no entanto, a fome era mais que suficiente para lhe dar as habilidades suficientes que lhe servissem de ajuda na conquista por comida e - consequentemente - por mais poder. Utilizando-se das suas habilidades, conseguira sobreviver no meio de canibais como ela, tendo ajuda - não propositada - de outros que também queriam comer. Golpeava com ceros e desfazia-se de máscaras com a língua forte que todos os hollows daquela classe possuem. Lentamente, a sua forma obteve alterações e a sua mente tornou-se mais poderosa, dando-lhe alguma inteligência. O tamanho do seu corpo diminuiu e as formas da sua máscara mantiveram-se, com alguns traços em cor azulada. A partir dai, a sobrevivência naquele mundo sangrento tornou-se muito fácil. A união com outros Adjuchas permitiu-lhe obter controlo de alguns Gillians e a companhia de outros Adjuchas. ´

As idas à Soul Society tornaram-se frequentes - utilizando-se da garganta - movimentavam (ela e outros Adjuchas) grandes grupos de Menos ao tentar atraí-los com fontes de energia espiritual elevadas como as dos Capitães. Aproveitando as guerras e destruição entre Shinigamis e outros Hollows, ela matava e comia os seres de ambos os grupos que já tivessem feridos e impossibilitados de contra-atacar, afastando-se o mais que podia do meio das lutas entre Shinigamis, Gillians e Adjuchas, nunca dando a entender ao grupo a sua traição como companheira e a ansiedade por mais poder. Travou lutas ferozes e complicadas, recebendo danos menos graves que depressa eram curados com a habilidade natural de todos os Hollows - Chosoku Saisei - e destruía os seus inimigos com garras firmes e fortes, a inteligência de um Adjucha e outras técnicas que apenas Hollows daquela classe têm conhecimento. Evitou confrontos diretos com Shinigamis com níveis espirituais claramente mais superiores a outros - sempre com a intenção da sua sobrevivência.


Vasto Lorde



Por causa desses comportamentos - manipulando um pouco a fome de outros Hollows como ela - conseguiu as refeições suficientes dentro do grupo de Shinigamis, humanos mortos e outros Hollows. Já no Hueco Mundo, fazia caçadas frequentes com os outros grupos - conhecidos com uma maior ocorrência - a hollows menores que não haviam ainda atingido o estágio de Gillian, e a esse próprio grupo, já que eles eram muito lentos e pouco inteligentes, tornava-se fácil, mesmo estes estando em grupos. Esses alimentos obtidos com mais facilidade e num curto período de tempo contribuiu para a diminuição do tamanho do seu corpo à mera altura de um humano, mantendo a forma animal dos Hollows. Mais tarde ou mais cedo acabou por tomar consciência de uma espécie para além de Hollows: Os Arrancar. Informações obtidas por outros Hollows que tiveram contato e conhecimento sobre os líderes do Hueco Mundo, pessoas cujo era impensável desobedecer.

Fartou-se da mesma comida de baixa qualidade, e passou a caçar hollows de maior nível e inteligência, o que contribuía também para um aumento de riscos de morte. Deparou-se com meia dúzia de Adjuchas enquanto atravessava parcialmente o deserto que cobria Hueco Mundo, e foi atacada pelos seres que queriam comida. Foi ferida, demasiadamente, por causa de ataques conjuntivos entre os seres. Caída sobre o solo, fora cercada dos demónios que agora competiam entre si para saber quem ficava com a maior parte. E foi a partir dai que descobriu como poderia se tornar um Arrancar. Ouvira um comentar que iria arrancar a sua máscara à força e se transformar num Arrancar de alto nível apenas para o destruir. Começou a forçar a própria 'cara', esta começava a rachar cada vez mais até quebrar em pedaços e revelou uma luz de esperança para aquela Vasto Lorde. O demónio fora reduzido ao mesmo tamanho da antiga Hazuki e as suas feições estavam próximas à de um humano, embora não tanto como deviam - isto pelo fato de anteriormente ser um Adjucha, o que contribui para uma transformação 'incompleta' do hollow. Destruiu todos os outros hollows com o poder, e aproximou-se da Vasto Lorde que mal se poderia mexer. Ela esperava que o mesmo a atacasse naquele momento e acabasse com tudo - seja rápido, odeio demoras - ela disse. Mas ele não a destruíra, pelo contrário, ele estendera-lhe a mão para a ajudar a safar-se daquilo e ela ficou abismada com tal ação de um animal que só pensa em comer. Não irei fazer isso - ele declarou - Você é uma Vasto Lorde, não é? Arranque sua máscara, junte-se a mim, e juntos seremos os Hollows mais fortes do Hueco Mundo, talvez até possamos ingressar o exército pessoal do Líder do Hueco Mundo. Você sabia?. Ela não conhecia nada sobre isso, suas informações estavam limitadas ao fato de saber que existiam líderes, mas desconhecia-los - a eles e a quem quer que fosse os subordinados pessoais deles. Toda a sua vida desde a transformação em Hollow fora apenas alimentar-se de restos dos mais fracos, sobreviver no meio de Shinigamis e monstros esfomeados, estava condenada a uma mísera vida sem futuro.

Ela não sabia o que fazer, doía-lhe respirar, as feridas não lhe atingiram nenhum órgão vital, mas a perda de sangue era óbvia. Além disso, não tinha mesmo a certeza que arrancar sua máscara - esta parcial, devido à mutação como Vasto Lorde - iria resultar numa transformação como ocorreu com aquele Hollow. Podia até ser que ele havia se transformado, mas será que era sempre assim? Aquele monstro parecia ter compaixão por ela, seria isso possível? Sendo um Hollow, isso era pouco provável, mas o vazio na alma de tais criaturas acaba por despertar a necessidade de ter companheiros dessa mesma raça e eliminar outros membros da mesma espécie por puro poder e comida.

Apenas com o interesse de sobreviver, aceitou a oferta daquele recém-formado Arrancar, e foi levada para uma pequena caverna, algures na imensidão daquele mundo escuro. Sendo alimentada com a caça do seu 'salvador' , regenerou-se o suficiente, mas ainda não se sentia capaz de arrancar a sua máscara assim.


Por fim, Arrancar



O tempo passou, o Arrancar começou a fartar-se da sua fraqueza e da necessidade de ter que a proteger quando os grupos de Hollows começavam a ser gigantes. Num momento em que ela descansava, ele poisou-lhe as mãos sobre a máscara e destruiu-la com o puxão forte o suficiente para arrancá-la. Banhada em dor, a Hollow Vasto Lorde afastou o Arrancar de si com um murro, e levou as mãos à cara onde um vazio negro se havia formado. Estava descontrolada, e debatia-se contra paredes de areia sólida, levando-a à transformação como Arrancar. As suas feições humanas aproximaram-se ainda mais do passado que tinha como um Plus, deixando os cabelos negros e os olhos arroxeados aparecerem, o buraco como Hollow ajustou-se ao peito , do lado esquerdo, onde um coração humano normalmente está, e a máscara fora reduzida a um pedaço que cobria a cabeça parcialmente do lado esquerdo, deixando apenas o Chifre caraterístico da máscara e a cor azulada das pinturas existentes nela - na sua totalidade - por todo o seu rosto. O corpo em si tomou uma tonalidade branca, revelando uma pessoa um tanto pálida, e estava coberto com partes esbranquiçadas nos braços, pernas e tronco, com vários espinhos a sobressaírem dos ombros, cotovelos, e joelhos, tendo uma lâmina que saía do braço esquerdo e se estendia cerca de 20 centímetros até terminar numa ponta afiada. Duas asas de morcego brancas estendia-se pelas costas e uma cauda de réptil surgiu-lhe, com vários espinhos bastante afiados na ponta da cauda.

Furiosa, partiu em direção ao Arrancar Adjucha - pois ela não pretendia se transformar em Arrancar, estava a desistir de ser um monstro, talvez tenha sido um sentimento antigo de quando era humana que lhe surgiu subitamente - e acabou por destruí-lo ao perfurar-lhe a máscara com a lâmina recém-criada no braço . Abandonou o lugar após isso, e viajou pelo Hueco Mundo sem destino, acompanhada pela tristeza por ter de destruir aquele que a salvou antes, e por todos aqueles que ela devorou anteriormente. Na sua viagem vários hollows - como já era de se esperar - intrometeram-se no seu caminho e - contrariada - destruí-os facilmente pela falta de força neles, mesmo ela tentando fazê-los desistir antes que a desgraça começasse.


Formação como Primeira Espada



Em breves tempos, tornou-se um Arrancar que odiava lutas, e só lutava quando era realmente necessário - ou seja, quando era atacada, alimentando-se dessas mesmas vítimas para evitar fazer outras por pura fome. O seu nome espalhou-se por Hueco Mundo e não demorou até ela ser conhecida como o Demónio Branco, pois tudo o que poderia se ver enquanto eliminava as suas vítimas era o branco da sua máscara e do próprio corpo.

Chamou a atenção dos Líderes de Hueco Mundo que mandaram 10 Privarons Espadas Derrotara-os, com alguma dificuldade, ainda que sem receber muitos danos como seria previsto. Os exequias chegaram em seguida para limpar o que os Privaron Espada deixaram para trás, no entanto, todo o exército fora destruído e, embora sem grandes ferimentos, a perda de sangue excessiva acabou na perda de consciência. Tudo o que pode ver antes do desmaioi, fora os passos de um homem a aproximar-se dela e a exibir-lhe um sorriso.

Acordou mais tarde dentro de um lugar que não conhecia, exaltando-se rapidamente por não conseguir lembrar-se corretamente do que tinha acontecido. Ao seu lado, tinha um homem de cabelos negros, que lhe atirou uma espada para as mãos e disse-lhe que havia selado o seu poder dentro daquela espada - avisando-a para contemplar a sua nova forma, e informando que o nome daquela espada era Demonio Blanco - perguntando se ela já tinha acordado, avisando para ficar quieta que as feridas ainda não haviam sarado completamente. Explicou a ela que ainda havia algumas coisas para ele lhe contar, como por exemplo sobre a Ressureccion, quando o selo da espada era rompido e ela voltava à sua forma original de Vasto Lorde. Olhando para si mesma, notou ligeiras mudanças no seu corpo. Estava vestida com um traje branco em algumas riscas pretas, e todas as partes formadas quando se tornou arrancar haviam desaparecido, restando apenas o buraco no peito e a semi-máscara no cimo da cabeça. Ela perguntara quem ele era e onde ela estava e ele respondera-lhe: Eu sou um Líder do Hueco Mundo e você está no meu Castelo Las Noches. Ficara pasmada com tais revelações, e tracejara um riso irónico, questionando o que o Líder do Hueco Mundo queria com ela. Ele avisou-a de que achou interessante as suas habilidades e estava a pensar colocá-la dentro do grupo dos Espadas, prometendo que ela iria conseguir tudo o que sempre quis. Pensando na proposta tentadora, acabou por aceitar o cargo dias depois, e o Líder parecera ter ficado contente. Perguntou o seu nome, e ela permaneceu em silêncio alguns momentos. Levantou-se do seu pouso naquela cama e dissera - Sawazaki Hazuki.Tomou lugar como um dos Espadas mais misteriosos - ainda que poderosos - e indiferentes de Hueco Mundo, recebendo o número 1, tatuado sobre o cimo do braço esquerdo.

____________________



Zanpakutou:  Denomina-se Demonio Blanco e tem o aspeto de uma simples Katana preta, o que é irónico, visto que o nome da zampakutou significa Demónio Branco. Toda a arma em si é negra  - incluindo a própria lâmina, excecionando pequenos detalhes metálicos cinzentos. Tem um cabo simples, revestido por um tecido fofo preto, deixando alguns quadriláteros a branco, e uma parte cinzenta em metal. A bainha preta tem os desenhos a branco de um dragão enroscado na mesma e uma fita negra amarrada quase a meio da bainha.

Ressurrecion:  A parte da máscara que se situa no cimo da cabeça estende-se pelo seu rosto, tapando-o totalmente.. Os dentes passam a ser revelados na sua totalidade perfeitamente alinhados, e os olhos ficam totalmente negros. O outro chifre a faltar completa-se e as orelhas tomam um ar de Elfo. Os cabelos negros crescem até ultrapassarem a cintura. O corpo em si é revestido com partes esbranquiçadas nos braços, pernas e tronco, com vários espinhos a sobressaírem dos ombros, cotovelos, e joelhos, tendo uma lâmina que sai do braço esquerdo e se estende cerca de 20 centímetros até terminar numa ponta afiada. Duas asas de morcego brancas estendem-se pelas costas e uma cauda de réptil surge-lhe, com vários espinhos bastante afiados na ponta da cauda.

Outros: Ao quebrar o selo da Zanpakutou e volver ao seu estado original, a sua reiatsu toma uma cor esbranquiçada, fazendo-a digna do nome que recebera como Demónio Branco.

Vocabulário:

*Hakama - É um tipo de vestimenta tradicional japonesa. Cobre a parte inferior do corpo e se assemelha a uma calça larga. Existem dois tipos de Hakama: Inteiriço - como uma saia, utilizado sobre Quimono longo e especialmente em cerimônias formais; Dividido - como calças, o umanori (???, "Hakama de equitação").
**Tabi - São tmeias tradicionais japonesas. À altura do tornezelo e com uma separação entre o dedão e os outros dedos, eles são usados ??por homens e mulheres com Zori, Geta e outros calçados tradicionais.
***Zori - São sandálias japonesas planas feitas de palha de arroz ou outras fibras vegetais, tecido, madeira laqueada, couro, borracha, ou, cada vez mais, materiais sintéticos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 

Biografia de Hazuki

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

 Tópicos similares

-
» • Rick Riordan - O escritor de Percy Jackson •
» Isaac Netero
» [Off-Topic] O Labirinto do Hierofante [M&M 3E] [+18] 6 Vagas
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Versão 3.0 - Time Break :: Biografias-