Versão 3.0 - Time Break

Olhe na seção "Resumo de Tramas" para ficar por dentro de tudo o que acontece na Soul Society ou no Japão!
Corram Todos!




Versão 3.0 - Time Break


 
Portal BleachInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 - O ULTIMO RESPIRAR -

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Utsuyoumi
Vice-Kidoushuu
Vice-Kidoushuu
avatar

Mensagens : 390
Data de inscrição : 14/05/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: A
Life Life:
250/250  (250/250)
Exp: Exp::
854/1000  (854/1000)

MensagemAssunto: - O ULTIMO RESPIRAR -   Sex 11 Jun - 19:49

OF:

Aventura: O ultimo respirar
Capitulo actual: Capitulo 1 - Conhecendo um amigo
Participantes: Utsuyoumi e Yoshiro


Narração
"pensamentos tsuyoumi"
-Falas utsuyoumi
-Falas avo
-Outras falas

ON:






Capitulo - 1 -
- Conhecendo um amigo -


“…humph… o miúdo sentado no fim do vagão esta a ouvir musica…qualquer dia fica surdo a ouvir musica tão alto…”

Os sons, do ambiente a minha volta vão entrando agressivamente pela minha cabeça dentro…

- Não sei porque não faz aquilo durante o dia!...sinceramente, é que não consigo dormir até aquele barulho todo parar…é impossível…sem jeito nenhum…
- Pois…pois…eu sei…entendo…sim sim…


Duas velhinhas ocupavam os lugares a minha direita, e vão falando, falando, as suas vozes perfuram o meu ouvido, prestes a rebentar. Outro grupo de estudantes fala sobre assuntos dos quais nem sequer mencionarei. O cenário é pintado através do som na minha mente, um vagão cheio de gente, falando, berrando e gesticulando como se estivessem num estranho concurso de teatro, ou opera…

Tento desligar-me daquele cenário, focando-me nas pequenas vibrações nos pés enquanto o trem vai se aproximando da minha paragem, que espero eu, não esta muito longe…Ajeito o meu casaco que serve de almofada contra a janela, e sem abrir os olhos, deixo-me embalar pelos movimentos do trem e rapidamente perco a noção do tempo e do espaço…adormeço.


Tinha sido transferido, outra vez, de escola. Ia a caminho de um edifício…onde inevitavelmente, estavam a minha espera mares de gente, que faziam perguntas as quais não queria responder…um edifício que nem sabia o nome…


O Trem faz uma curva e o sol aparece na minha janela, acordando-me, abro os olhos para um mar de uma cor verde, o sol banha a copa das árvores como se fossem ondas no oceano. O Trem passa agora por uma zona montanhosa, para lá da minha janela, vejo um precipício coberto da mesma cor verde brilhante que desce imenso, uma altura capas de dar aos mais fraquinhos vertigens, o verde estende-se depois ate o horizonte onde sobe de novo numa nova fila de montanhas, o branco das nuvens enroladas no topo das montanhas, contrasta lindamente com o verde que cobre por completo o cenário.

“……”

A minha mente esvazia-se por momentos deixando reflectir no meu olhar a natureza do outro lado do vidro. E fico parado a observar…a contemplar a beleza… um pensamento corre pela minha mente nessa altura…

“…As vezes basta existir para ser-se lindo mesmo…”

Agradeço a hipótese de ver tal cenário fechando os olhos em respeito a grandiosidade da natureza, e o trem da uma nova curva, afastando o sol da minha janela, que fica tapado por uma montanha.

- Ainda por cima nem são grande coisa! sinceramente…esta gente hoje em dia, só sabe é roubar…
-...é…eu sei…uhum…


“…hehe…pelo menos uma delas tem uma paciência enorme para aturar a outra…”

As duas velhinhas continuavam a sua conversa perfurante ao meu lado, quando me deixo adormecer de novo…

Antes de me afundar em sonhos, as vibrações ficam ligeiramente diferentes.


“…O comboio esta a parar…”

Fico a ouvir as pessoas saírem, enquanto espero. O som de phones em alto velume passa por mim…

“…um dia ficas mesmo sem ouvidos…caem de tanto uso….”

O miudo do fundo do vagão sai pela porta arastando os pés pelo chão…

- Sabes…tu também andas sempre a dizer mal de toda a gente! Realmente…não sei quem faz pior tu ou eles…irra…mulher irritante ein?!

“...parece que realmente toda a gente tem um limite de paciência…”

As duas velhinhas levantam-se e começam a andar, O som distincto de uma bengala revela-me que uma delas tem, obviamente algum problema na…“perna direita…”

O som da bengala era ligeiramente mais afastado que o som de sola arrastada pelo chão.
Finalmente as duas velhinhas, ainda mandando vir com tudo e todos, saem do trem e eu levanto-me, agarro no casaco com a mão direita e ponho-o ao ombro. Saio do vagão com passos lentos, o sol não chega aos meus olhos quando olho para cima a procura dele.


- OOOIIIII, Utsuyoumi!... aqui!

A voz áspera do meu avo é nítida na minha cabeça, mesmo no meio da confusão.
Baixando o olhar procuro a multidão por a sua silhueta redonda, provavelmente com um chapéu antigo com algum tipo de nódoa na cabeça…


“haaa…ai estas avo…”

Um chapéu cor de rosa chama a atenção do meu olhar, e o braço peludo no ar asseguram-me que realmente era ele.

- Avo!! Já vi!...podes baixar o braço!

Dirigo-me a ele rapidamente, e quando me aproximo ele comprimentame com uma palmada nas costas.

- Haaa, então jovem, como tens andado?

O seu sorriso é contagiante, sempre foi…desde pequeno que admirei a capacidade de inspirar com um simples sorriso, que o meu avo tinha.

- Bem. Esta cidade parece…agradável ate.

O meu avo faz uma cara preocupada de repente, olhando a volta e para mim em seguida pergunta:

- Erm... Utsuyoumi…as tuas malas?!

Eu sabia que as tinha deixado no trem, estavam cheias de roupas que a minha mãe tinha escolhido…so de me imaginar vestido com aquilo…dava-me arepios…respondendo a pergunta do meu avo, aponto para o trem que estava já de saída.

- Haaaaaaaa… foi a tua mãe que fez as malas?

- insistiu nisso mesmo…

- haahahaha..então que fiquem para um outro desgraçado…realmente a tua mãe nunca teve bom gosto em te vestir.

A conversa foi animada, ate ao carro…e continuou ate a escola nova, de tal maneira que nem reparei por onde passámos, estar com o meu avo era sempre uma altura agradável e nunca aborrecida.
Num tempo que pareceu mesmo muito rápido, chego ao edifício novo, onde passarei os próximos anos da minha vida…

Alunos, poucos ainda…vão entrando pelos portões enormes que dão para um pátio branco, no centro deste, os meus olhos deparam-se com um montezinho verde, no topo do montezinho…uma arvore majestosa cobria quase o patio todo com uma sombra agradável.

O meu corpo puxado para a sombra da arvore, alheio as aulas que devem começar daqui a pouco tempo, vai-se arastando pesadamente para o tronco da arvore, chego finalmente e com a mão toco na sua casca, a surpeficie áspera parece ser feita de seda para mim…deixo-me levar por o sentimento, encosto-me, e fico a observar o céu por entre as folhas da arvore…

Os meus olhos vageam, enquanto o sol cria figuras divertidas no meu corpo com as sombras…

Mais um capitulo da minha vida começa…num edifício que…ainda não sei o nome…



OF

(*O capitulo continua*)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yoshiro Hanakimi
Shinigami Tulipa
Shinigami Tulipa
avatar

Mensagens : 441
Data de inscrição : 29/03/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: B
Life Life:
200/200  (200/200)
Exp: Exp::
724/1000  (724/1000)

MensagemAssunto: Re: - O ULTIMO RESPIRAR -   Sex 11 Jun - 21:15

-Pensamentos
- Falas
- Falas de Pessoas desconhecidas.

Fui transferido para uma escola nova, fui transferido por ter quebrado o braço de um aluno que tinha mexido com migo, a culpa não foi minha, mas isso não intereça, espero me dar bem na outra escola, pela minha vista o lugar é lindo e as pessoas daqui são mais calmas...

Espero fazer amizades e não ter muita encrenca, esse carro esta me dando tédio e o taxista não para de cantar, não gosto pessoas que cantam mal perto de mim, nunca me dei bem com ninguem, minha irmã está longe de mim e só nas férias poderei visitar ela...

Essa cidade é bem grande para um mundo bem pequeno, as pessoas daqui parecem bem legal, o pior que essa escola que vou é uma espécie de univercidade, com quartos, companheiros de quartos, próprios armarios e etc...

- Eu acho que nunca me darei bem, aquele menino, só quebrei o braço dele por que ele mexia com migo, nunca gostei dessas criancices...

Realmente essa cidade é muito linda, e a escola está ali na frente...

- Pronto chegamos, quér ajuda nas bagagens?

Aquele homem fala como se quisece me ajudar, pelo o rosto dele dá pra ver que não qué me ajudar de verdade...

- Não, não obrigado, quanto eu lhe devo?

Isso era a primeira coisa que ele queria ouvir, eu sei que ele é muito ambicioso...

- Olha nós andamos 5 quilômetros certo? Então acho que me deve 15 yenes.

Como se 15 yenes não bastavam, eu olhei nos olhos dele e vi que ele queria gorgeta, como não sou muito mal doso acho que irei dar 20 yenes para ele.

- Olha! toma 20 yenes e fica com o troco...

Eu abro a porta e desso de vagar, vou caminhando até o porta-mala da taxi, o motorista desce e abre pra mim, eu vou com minha mão calmamente até as malas, existem muitas coisas frágeis dentro dela, pegando minha mala olho pro motorista e digo:

- Obrigado por ter me trazido aqui, boa vigem para o senhor.

Eu desvio por um segundo meu olho e o taxista sai sem falar nada, eu olho para a quela univercidade enorme com os portões abertos, eu entro e vejo muitos alunos entrando dentro de um patio para ir para a sala de aula...

Como era meu primeiro dia ali na escola decide cabular, fui em direção a uma árvore na onde tinha sombra e descanço por ali, eu coloquei minhas malas na raiz da quela arvore enorme e escutei o barulho que alguem se aconchegando num galho, eu olho para cima e vejo um cara em forma e bem atraente pençava eu...

Eu olho para ele e digo:

- Ei você ai em cima, não vai pra aula não. A me desculpe-me meu nome é Yoshiro Hanakimi e o seu?

Não espero por resposta e sento me aconchegando no tronco da quela árvore antiga.

OFF: Desculpe-me se estragarei algo nessa aventura, mas farei o que puder para fazer-mos tudo certinho ^^
Voltar ao Topo Ir em baixo
Utsuyoumi
Vice-Kidoushuu
Vice-Kidoushuu
avatar

Mensagens : 390
Data de inscrição : 14/05/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: A
Life Life:
250/250  (250/250)
Exp: Exp::
854/1000  (854/1000)

MensagemAssunto: Re: - O ULTIMO RESPIRAR -   Sab 26 Jun - 20:06

A cara que se dirigiu a mim, estranha, porem tinha um ar não agressivo.

- Utsuyoumi...

Ele senta-se ao meu lado...

As primeiras palavras partilhadas por dois amigos...algo que eu não fazia ideia do que era na altura, nem tinha consciência do quanto aquela figura ao meu lado significaria para mim nos tempos seguintes. Passamos a conversar durante um tempo, as aulas perderam importância e depressa chegou o fim do dia, o primeiro dia de aulas tinha sido...no mínimo diferente, é suposto ficarmos acostumados a escola e aos alunos....para mim...foi o dia em que fiquei acostumado a falar com outra pessoa...a despedida entre nos...foi, como a apresentação natural e sem muitas palavras, e a noite depressa chegou e voltei para o meu mundo estranho e sozinho visto da minha cama...
As linhas disformes no tecto de madeira, pintam a minha imaginação com caras de desconhecidos.


- Boa noite meu caro, como te chamas?
-haaa David...é um bom nome...então que me dizes tu?
-Pois...eu sei que não tenho muitos amigos...mas é para isso que vos tenho a vocês não é?
- ...
- haaaa não sejas assim...


O dialogo não se mostrou muito interessante pelo que viro a minha atenção para uma cara feminina uns centímetros para o lado.

- E tu minha bela amiga...que me contas tu esta noite?
- De facto...Conheci um sujeito...diferente..


A cara de yoshiro vem a minha cabeça, a sua expressão enquanto sentados, íamos falando um com o outro substitui as caras inventadas do tecto...Até agora as únicas conversas de algum modo interessantes que tinha. Embora fosse somente uma tarde, parecia muito mais real do que a vida toda a falar com coisas imaginadas, e conversas que depressa se revelavam inúteis e chatas.

O segundo dia foi em tudo parecido com o primeiro, as aulas tinham pouca importância, e passei a conhecer melhor o jovem que deu a si mesmo o nome de Yoshiro.


O ano escolar foi avançando e o meu avo sabia pouco das faltas que ia dando, a companhia de alguém para alem de um colega que se mantinha ao pé de mim por obrigação ou as perguntas desnecessárias, que eu respondia sempre com um sorriso, vinham dando ao meu coração um sentimento que não era familiar para mim.

Ha um sitio no espaço da escola, um pouco afastado da entrada, um alto, onde se sente o vento ao fim da tarde, um lugar para onde íamos para afastarmos o mundo a nossa volta e conhecer melhor a pessoa, a qual começávamos a pensar como... um amigo...

O mundo é um lugar estranho com criaturas estranhas que não entendemos...mas entre nos dois...raro é o momento em que não percebemos o que o outro quer dizer...

A certo dia...O sol ia um pouco alto... e o vento estava preguiçoso e não se sentia na pele...Os dois sentados olhava-mos para o mundo que não aceitávamos, sem dizer palavras por largos momentos. nessa tarde foi a primeira vez na vida que usei aquela palavra...


- Yoshiro...pela primeira vez na vida...sinto que sei o que é...um amigo...

No mundo que nunca entendi, uma criatura estranha como todas as outras...revelou-se o primeiro amigo que tive na vida...amigo, que iria estar ao meu lado por muito tempo ainda...

Nem sabia eu, o que estava para vir...



Fim do Capitulo - 1 -
Voltar ao Topo Ir em baixo
Yoshiro Hanakimi
Shinigami Tulipa
Shinigami Tulipa
avatar

Mensagens : 441
Data de inscrição : 29/03/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: B
Life Life:
200/200  (200/200)
Exp: Exp::
724/1000  (724/1000)

MensagemAssunto: Re: - O ULTIMO RESPIRAR -   Ter 29 Jun - 2:55

Capitulo
2 – Bagunça na escola


Eu estava ali parado e fazendo perguntas e respondendo perguntas, Utsuyoumi dizia que eu era o primeiro amigo que ele já teve... Não me impressionei na hora, já vi muitas pessoas mais velhas que ele que nunca se quer teve um colega, eu olho para ele e vejo que ele está feliz com tudo aquilo, vou abrindo um sorriso de vagar e digo a ele...
- Fico feliz em ver você feliz Utsu-san, foi bom te conhecer também já tive um amigo nas outras escolas, mas fui expulso por brigar por lá... Ninguém chegava perto de mim com medo, eu batia em grupo de garotos com 5 pessoas... Eu era uns dos mais valentões da escola até eu ser expulso... Já estudei em 3 ou 4 escolas diferentes conheci varias pessoas com vários idiomas, mas dessa vez irei estudar um pouco mais... Mas to planejando fazer uma guerra de PaintBall... Um garoto me ensino jogar paintball perfeitamente e me ensinou também Le Pakour, hoje irei entrar pelo lado de cima da escola, o portão já fechou e não quero que nem um monitor me pegue pelo corredor... Me disseram que na Educação Física nós podemos fazer o que quiser, eu irei montar um time de paintball com minha sala... Utsuyoumi você também tem que estudar você pode repetir de na sabia?!!! Mas esqueça tudo isso, vou lá pra escola pode ficar ai se quiser ou me siga...
Eu sorrio pra ele e olho pra escola, vejo que a janela era bem diferente das
outras escolas, elas são mais abertas e eu posso entrar lá usando o Le Pakour... Começo a me aquecer um pouco e quando termino saiu correndo em direção a escola... Entrando na sala vejo que ninguém me percebeu por ali a sala estava uma zona e o professor ainda não tinha chegado, cheguei perto de um garoto e sussurrei:
- Psil! Garoto, chame seu amigos e vamos montar um time de paitball, sou novo na escola mas por aqui parece muito
morto...
Olhei para o garoto e dei um toque na mão dele, ele virou-se para mim e disse:
- Ok, mas vamos fazer um campeonato pela escola, a esqueci de me apresentar, meu nome é Kazama Yusuke muito prazer...
Abri um sorriso e já vi que eu estava me enturmando por ali, olho para o garoto e digo meu nome de vagar:
- Yoshiro Hanakimi o prazer é todo meu... Mas vamos deixar a conversa de lado e começar a bagunça por aqui...
Eu me sentei no fundo e olhei pela janela, Utsuyoumi parecia que não tinha movido um dedo dês que eu sai, acho que logo logo ele ira vim aqui para a sala...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Utsuyoumi
Vice-Kidoushuu
Vice-Kidoushuu
avatar

Mensagens : 390
Data de inscrição : 14/05/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: A
Life Life:
250/250  (250/250)
Exp: Exp::
854/1000  (854/1000)

MensagemAssunto: Re: - O ULTIMO RESPIRAR -   Sab 3 Jul - 17:44

Yoshiro partilha um pouco da sua vida coisa que até entre nos era raro, e logo a seguir sai em direcção ao edifício da escola... eu ouço os seus passos afastarem-se enquanto aproveito os últimos raios de sol do dia.

O vento fustiga a minha cara, e o frio faz-me decidir que esta na hora de ir ver o que o meu amigo esta a tramar...

Levanto-me e vou em passos largos, quase fugindo do vento gelado que se levanta agora, em direcção a sala...


"...hehe aquele deve estar a tramar alguma mesmo...nunca para quieto XD "

chego a sala e Yoshiro já esta sentado...parece estar tudo resolvido ja com a equipe de paintball

- Ai meu caro...esta tudo pronto já? -
Com um sorriso na cara olho para o meu amigo que parece empolgado e completamente divertido com tudo o que estava a fazer...

Cruzo os braços enquanto espero que ele me responda, sentado no lugar ao seu lado, recosto-me na cadeira descontraído...embora tenhamos chegado agora...parecia que éramos os dois donos daquela sala...
- Vai ser muito louco...

Sorrindo olho pela janela...imaginando as aventuras que a vida nos reservava naquela escola...naquela turma...
Voltar ao Topo Ir em baixo
June Tethys
Capitão Sakura
Capitão Sakura
avatar

Mensagens : 3114
Data de inscrição : 19/10/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: - O ULTIMO RESPIRAR -   Sex 9 Set - 16:26

Capítulo 1:

parte 1 (utsuyoumi) - 9 pontos

parte 2 (yoshiro hanakimi) - 9 pontos

parte 3 (utsuyoumi) - 9 pontos

Capítulo 2:

parte 1 (yoshiro hanakimi) - 9 pontos

parte 2 (utsuyoumi) - 6 pontos... desconto por falta de linhas...



Total:

Utsuyoumi - 24 pontos rank

Yoshiro Hanakimi - 18 pontos rank



Oi, Utso! Bom trabalho! Aliás, se não fosse um bom trabalho, não serias o Utso! Kufufufu! Só foi pena o teu último post ter linhas a menos do exigido.

Yoshiro, bom trabalho! Sabes colaborar com o Utso, o que acabou por criar uma história muito legal!

Aos dois, espero uma continuação! Kufufufu!



Estado: Em andamento

__________________________________________






"Mais uma vez, sou a mais velha... Mais uma vez, tenho crianças para proteger... Será... Será que o meu destino me deixará em paz desta vez?"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: - O ULTIMO RESPIRAR -   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

- O ULTIMO RESPIRAR -

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

 Tópicos similares

-
» Dungeons em Dragons(Caverna do Dragão) Ultimo Episódio
» Davenon:O Ultimo Reino Online
» Último Leilão!!!
» O Último Guardião: E a lenda começa
» [Fanfic]O Último Suspiro
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Versão 3.0 - Time Break :: Cenários-