Versão 3.0 - Time Break

Olhe na seção "Resumo de Tramas" para ficar por dentro de tudo o que acontece na Soul Society ou no Japão!
Corram Todos!




Versão 3.0 - Time Break


 
Portal BleachInícioCalendárioFAQBuscarRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 O começo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
kuro
Lendários
Lendários
avatar

Mensagens : 390
Data de inscrição : 30/08/2009

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: O começo   Qua 4 Ago - 22:47

Quando ainda bem , bem novo , kuro vivia em junto com sua familia em uma enorme mansão. Até seus 8 anos tinha uma vida normal , após isso foi forçado a começar uma sequencia de treinamentos especiais e pesados para honrar o nome da familia Daisuke. Ainda era muito pequeno , não tinha interesse em lutar , para kuro o seu único desejo era estar proximo de sua irmazinha a qual gostava muito . Quando os treinamentos começaram , passou a ve-la menos e menos. Um longo mês se passou e o garoto não aguentava mais , ele escondia sua zanpakutou , a jogava no rio , dava para estranhos venderem e fugia dos treinos. Sua familia tinha que deixar sempre alguem viagiando o pequeno menino , que sempre dava uma jeito de escapar. Em uma das noites quentes , aonde a lua brilhava cheia , o menino foje de uma aula de zanjutsu e vai até o quarto de sua irmã brincar com ela , se passaram duas horas e Kuro volta escondido para seu quarto e dorme , havia sido uma noite legal para ele. No dia seguinte ocorre um fato inesperado , estava acorrenteado a sua zanpakutou por um encantamento que foi desenhado em seu pescoço. Kuro se levanta rapidamente para ver , não acreditava o que acontecia com ele , fica confuso andava em circulos no seu quarto , o menino vai correndo pelos corredores da grande casa e abre a porta do quarto da irmã . Definitivamente não acreditava no que via , seus pais assistiam um guarda da familia pegar sua irmã no colo , depois disso eles olharam para kuro com uma cara horrivel e dois guardas usando a tecnica shumpo aparecem atraz dele, agaram o menino e o levam até uma sala escura. Chorava e chorava incontrolavelmente , tentava arrancar aquela espada presa a seu corpo , batia na porta da sala com força , mas nada acontecia. Já cansado , kuro vai até uma as paredes se apóia e deixa seu corpo escorregar até o chão , enquanto continuava a chorrar , só que desta vez sentia ódio profundo. Ja tinha parado de chorar , estava sentado de cabeça baixa quando derrepente a porta se abre entrando luz. Era seu pai , que entrava batendo os pés no chão , abrio sua mão direita enquanto levantava kuro pelos cabelos com a outra mão . Sem dizer uma palavra apenas encarando sério seu pai uma lagrima escorre pelo seu rosto , imediatamente após isso seu pai da um tapa forte no rosto de kuro. Seu pai soltava os cabelos de kuro euquanto o menino ainda estava no alto , kuro cai no chão , enquanto seu pai dava os ultimos passos para sair da sala , kuro ia se levantando de vagar e o som dos passos secos de seu pai se calam pelo chiado da lamina da zanpakutou de kuro. Se levantando e correndo em direção a seu pai , kuro segurava sua zanpakutou sobre sua cabeça , projetando um golpe , mas por sorte ou azar do menino , ele havia sido parado pela espada de um dos guardas que aparecia rapidamente ficando no meio dos dois. Sem mesmo dar reação de um contra ataque , ou de ser imobilizado pelo guarda kuro conseguia enchergar a janela do comodo que se encontrava , dando um pulo sobre a mesma a quebrava e caia no quintal de sua casa. Uma sinal toca , parecia mais com o som de uma flauta , sem perder tempo o menino corria em direção aos arbustos que delimitavam o terreno , no caminho ia tirando sua vestimenta de nobre. Havia conseguido fugir com sucesso , mas ainda não tinha acabado , pois mesmo fora da casa haviam guardas da familia Daisuke. Kuro corria , segurando a corrente de sua zanpakutou para não fazer barulho , depois de um longo tempo conseguio despistar todos os guardas. Agora estava sozinho , era ele e o mundo , as lembranças de sua irm/a não saiam de sua cabeça e assim continuou pelos longos meses que se passavam. Eram dias difices , ficava pedindo esmola nas ruas , muitas vezes umilhado pelos demais , já não estava nos bairros nobres do mundo espiritual e sim na parte mais pobre de rukongai. Apanhava e apanhava, comia restos do chão , ja havia se passado 1 ano de sua fuga , ainda só tinha 9 anos. Um desses dias , passa um adulto de mãos dadas com uma criança , mais ou menos da idade de kuro , o velho dizia , vendo kuro mendigar.

-O muleque , não tem vergonha não de atrapalhar a paz dos moradores???

Estava cansado de apanhar de todos e ser ofendido e justamente nesse dia completava um ano quer kuro não via a irmã.

"Vengonha ?!?!?!? VERGONHA??? ATRAPALHAR??? Todos já me atrapalharam demais"

Não só o velho que havia dito aquelas palavras como tambem todas as pessoas que estavam em volta riam . Kuro retira o pedaço de pano que ficava em vota de seu corpo , ficando apenas com um shorte velho e sua zanpakutou a mostra. Mas uma vez o barulho é calado pela zaanpakutou de kuro , mas dessa vez não durou mais que três segundos , todos começaram a rir denovo.

-HAHAHAHAHAHAHA , o que vai fazer com isso mendigo??

Dizia um gordo que ria com os demais. Kuro parte para cima de todos , que nesse momento pararam de rir e foram em bora , kuro caia de joelhos no chão e ficava batendo sua zanpakutou no solo , chorava muito liberando sua raiva. Quando derrepente tudo podia mudar , um estranho havia visto kuro enfrentar todas aquelas pessoas.

Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Lyon
Vizard
Vizard


Mensagens : 109
Data de inscrição : 03/05/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: A
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
820/1000  (820/1000)

MensagemAssunto: Re: O começo   Sex 10 Set - 15:06

Status: Continua...
Rewards: O Começo
Recompensa:
Kuro 7 Pontos

Comentários:
Kuro vc não sabe como fiquei comovido com sua historia ficou muito legal teve alguns erros de portugues , mas ainda ficou otima estarei no aguardo da Segunta Parte :]

Citação :
Pode continuar nesse mesmo topico e após de fazer os capitulos e acha que esta tudo pronto e não quer continua ou quer finalizar esse volume e criar outro coloque no final do post " Fim . " fazendo isto estara afirmando que sua aventura acabou :] qualquer duvida pode me envia uma MP que estarei respondendo o mais rapido possivel :] Só estou dizendo isso pq irá ajudar no meu trabalho :]
Voltar ao Topo Ir em baixo
kuro
Lendários
Lendários
avatar

Mensagens : 390
Data de inscrição : 30/08/2009

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: O começo parte II   Sab 4 Jun - 19:27

Um homem de meia idade , quase já um senhor , caminhava a passos lentos em direção ao pequeno Kuro. Todos que estavam rindo e zombando do pequeno garoto já haviam ido em bora , o sol estava um pouco acima do horizonte.

Tac..... Tac.... Tac....

O som que a sandalia de madeira do velho careca fazia ao se chocar no chão ia aumentando. Kuro levanta a cabeça e olha para ver quem era que estava se aproximando. Sem pensar , ainda de cabeça quente , kuro se levanta , com as lagrimas ainda nos seus olhos , gritando.

-Ahhhhhhhhhhh..

O menino sem muita tecnica , colocava sua zanpakutou sobre sua cabeça e ia correndo contra o velho , que se aproximava com um sorriso grande em seu rosto. Quando a lamina da zanpakutou de kuro ia descendo , desferindo um ataque vertical de cima para baixo sobre o peito do velho ... acontece algo inesperado.

A roupa do velho se abre , e por de baixo dela , sai o braço do senhor segurando uma zanpakutou , que bloquiou ataque de kuro sem nenhuma dificuldade. Os olhos de kuro se arregalam , as lagrimas paravam de escorrer e sem ter muito tempo para pensar , o velho estica a perna dando um chute no peito do menino , o arremesando a alguns metros.

Kuro se levantava do meio do chão sujo e ficava parado sem reação , o velho continuava a caminha em direção de kuro. Ficou em estado de choque , não sabia se tinha força para lutar com o velho careca.

(passando para primeira pessoa)
------------------------------------------------------------------------------------
Me assustei , mas me lembrei de todos que me zombavam , por alguns segundos quis começar a chorar , mas não podia.... não podia ter medo , arrependimento ou algo do tipo... a imagem da minha irmão vem em minha cabeça. Voltei a correr contra o careca , agora com a zanpakutou do lado de meu corpo , tentei um ataque horizontal.

O velho não deu outra , defendeu meu ataque e contra atacou , fazendo um corte em meu peito. Na mesma hora me ajoelhei , colocando minha mão em meu peito e virei a cabeça olhando para os olhos do velho.

-Porque??

Começo a chorar , até que o velho chega em mim mais uma vez , só que dessa vez me acerta uma canelada na minha cara. Mais uma vez vooei longe , as minhas lagrimas iam se desprendendo do meu rosto e caindo no chão... Não aguentava mais aquilo , estava na miséria , sem minha irmã ou amigos , e era forçado a fazer o que eu sempre odiei para sobreviver... LUTAR.

Explodi em ódio . Me levantei lentamente e fitei o careca coms meus olhos de ódio... não percebi , mas meus olhos que antes eram azuis estavam vermelhos naquele momento. A corrente de minha zanpakutou pesava , mas não ia me atrapalhar. Dei dois passos rapidos , ficando junto ao corpo de velho , desferi um ataque horizontal novamente , o velho sem grande dificuldade defendeu , e contra atacou.... mas já era esperado , recuei um passo , para desviar da lamina da zanpakutou do velho , que passou a menos que 5 centimetros da minha garganta. Sem perder um segundo , dei um passo a frente , para recuperar o espaõ que havia perdido tentando me esquivar. Usei minha zanpakutou como uma esgrima , aproveitando meu passo que havia dado para frente , tentando perfurar o abdomem do careca.

O velho levanta sua espada e desvia meu ataque , depois , completa o movimento abaixando a sua espada contra meu ombro.... eu podia me desviar e perder a chance de atacar , ou tomar aquele corte em minha pele , e tentar perfurar o idiota... Não dei outra , a lamina do velho ia rasgando minha pele , ao mesmo tempo , rodava a minha espada , fazendo um 360° em volta de mim... O velho me atingiu e ainda assim conseguio desviar do meu ataque... me ajoelhei no chão novamente... Mas o velho se impressionou com a minha atitude de não desviar do ataque.

(pensamento Ikkkaku)- ''Como eu havia imaginado"

(Fala Ikkaku) - Porque não desviou??

Eu estava cansado de fugir e apanhar... Não tinha nada a perder , estava decidido a morrer ali... mas foi quando tomei essa decisão que notei algo em mim que nunca havia percebido.... antes de me afirmar , eu tinha que ter certeza. Sem responder o velho , me levantei e arremecei minha espada contra o corpo do mesmo. Antes que minha zanpakutou pudesse tocar no peito dele , ele a para , segurando pela lamina da minha zanpakutou em pleno ar.

(Fala Ikkaku) - Idiotise entregar sua arma ao oponen...

Antes que ele pudesse terminar sua frase , puxei a corrente que me prendia a minha zanpakutou , ganhei impulso e me aproximei dele com essa puxada. Segurei a bainha de minha zanpakutou novamente e ainda no ar , consegui acertar uma solada do meu pé no meio do nariz do velho , que na mesma hora largou minha espada. Cai no chão e esperei o velho fazer alguma coisa.

Ele não esperava isso , seu nariz sangrava um pouco e ele havia ficado um tanto irritado...

(Fala Ikkaku) - SEU PIVETE!!! (esse sim era o Ikkaku que falava alto)

Spoiler:
 

Continua...
Voltar ao Topo Ir em baixo
June Tethys
Capitão Sakura
Capitão Sakura
avatar

Mensagens : 3114
Data de inscrição : 19/10/2010

Sua Ficha de Personagem
Rank: S
Life Life:
300/300  (300/300)
Exp: Exp::
1000/1000  (1000/1000)

MensagemAssunto: Re: O começo   Qui 8 Set - 22:31

Muito bom, Kuro-sama! Gostei da sua história! Pena alguns erros que tem, mas fora isso está muito boa! Melhoras-te relativamente ao último capítulo, mas ainda não atingiste a perfeição! Continua o bom trabalho!



Pontos: 8 pontos Rank



Estado: Em andamento

__________________________________________






"Mais uma vez, sou a mais velha... Mais uma vez, tenho crianças para proteger... Será... Será que o meu destino me deixará em paz desta vez?"


Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: O começo   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 

O começo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 

 Tópicos similares

-
» S.P.E. - O Novo Começo (Crônica Oficial)
» Começando com site de leilao
» Rota 1 - Começando com o pé direito
» O início da aventura começa, a Rota 1
» Do começo ATÉ O FIM, como fazer um RPG Online?
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Versão 3.0 - Time Break :: Cenários-